Inicial Todas Notícia Mais lidas Colunas Revista Exxtra Vídeo & Áudio Cotato
Blog Ivan Exxtra - Bastidores da política em SC
07/05/2010 - 03:38:09

Por Ivan Lopes da Silva

DEM é oposição ao PT

“Santa Catarina só é o que é porque aqui o PT nunca foi governo. E nunca será”. A frase do deputado federal Paulo Bornhausen (DEM), postada em seu Twitter, ilustra bem a estratégia de campanha que os Democratas adotaram. Como é certa a polarização da campanha para a Presidência da República, entre José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), o DEM catarinense, que diz ter “pressa”, tomou para si a condição de oposicionista, no estado, ao atual governo federal, comandado por Luiz Inácio Lula da Silva.
 
Na medida em que a campanha começa a se desenvolver e ganha contornos de acirramento, em nível nacional, o DEM se antecipa no confronto, lançando o senador Raimundo Colombo a governador, com um discurso contra o PT. O curioso é que esta estratégia é originária do ninho tucano, nacional, que procura demonstrar um discurso anti-Lula. Porém, como os tucanos catarinenses ainda estão em cima do muro, na questão de candidatura ao Governo do Estado, o DEM se apoderou do discurso de José Serra.

O lançamento da pré-candidatura de Raimundo Colombo, na noite de quarta-feira (5), no CentroSul, em Florianópolis, mostrou ingredientes estranhos, se tratando de concentração política oriunda de um partido de direita. A empolgação dos presentes, com clima de festa muito animada, parecia ser um ato político de um partido de esquerda. 

O formato ou pré-receita de campanha, nestes moldes, pode estar sendo influenciado pela forte atenção que os democratas têm dado ao eleitor jovem. O nicho é interessante e deve ser este público, que debuta nas urnas este ano, a mola propulsora de campanhas bem-sucedidas, quando se dá como certo o peso no uso das redes sociais como o Twitter, Orkut, Facebook, entre outras. A força desse segmento ficou demonstrada nos últimos dias, ao exercer uma forte pressão sobre os congressistas, que mesmo sentindo estar cortando da própria carne, votaram favoráveis ao projeto de iniciativa popular, denominado Ficha Limpa.

O DEM sabe de suas limitações como organização partidária, tanto em nível nacional, como no estado. E por  isso, não poder contar com uma forte e numerosa militância, que é farta em partidos como o PMDB, PP e PT, para se manter visível. Precisa mesmo se apoiar num diferencial. Por enquanto, levando em consideração as últimas pesquisas de intenção de votos, a estratégia está dando certo. Quanto a se sustentar ao não, no decorrer da campanha, é algo que só o tempo dirá. 

Já em relação à conjuntura nacional, o DEM também ficou meio sem pai nem mãe, como referência. A estrela que parecia mais atraente, há seis meses, incorporada na pele de José Roberto Arruda, cassado do Governo do Distrito Federal, deixou uma marca terrível para os democratas, dando o título de “mensalão do DEM”, às gatunagens ocorridas em Brasília. No entanto, mesmo com pesar, os democratas perceberam que a roubalheira se tratava de nitroglicerina no fogo da campanha. O DEM foi ágil e expulsou o malfeitor da sigla.

Consumado o arremesso de Arruda ao fogo do inferno, o DEM ficou com apenas uma referência nacional, na pele do bom moço, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. O administrador paulistano marcou presença, quarta-feira em Florianópolis, cortejado como a maior estrela do cosmo democrata. Sem esquecer que São Paulo é o berço petista. E, como até o momento o jovem prefeito brilha com intensidade, projetando luminosidade para fora do estado de origem, com certeza virá outras vezes a Santa Catarina para reforçar a campanha de Raimundo Colombo. 

Não sei se é como farsa, mas a história se repete em Santa Catarina. Outra vez o PFL/DEM “rouba” a paternidade da campanha presidencial, em solo catarinense. Aconteceu há doze anos e os liberais/democratas catarinenses tomaram de assalto os principais cargos no Governo de Fernando Henrique Cardoso. Os tucanos do estado ficaram literalmente, chupado os dedos, em quanto os mais espertos participavam do banquete oferecido pelo Poder Central. 

 Reprodução total ou parcial autorizada
Acompanhe outras informações durante o dia
Contato com a Coluna
ivan@exxtra.com.br

ARQUIVOS:

Coluna 06/05/2010

Coluna 05/05/2010

Coluna 04/05/2010

Coluna 03/05/2010

Coluna 01/05/2010

Veja, aqui, as colunas do do Blog Ivan Exxtra do mês  abril 2010 Veja, aqui, as colunas do do Blog Ivan Exxtra do mês  março 2010

Veja, aqui, as colunas do do Blog Ivan Exxtra do mês  fevereiro 2010

Veja, aqu
i, as colunas do do Blog Ivan Exxtra do mês  janeiro 2010
Veja, aqui, as colunas do do Blog Ivan Exxtra do mês dezembro 2009

Veja, aqui, as colunas do Blog Ivan Exxtra do mês de novembro 2009
Veja, aqui, as colunas do Blog Ivan Exxtra do mês de outubro 2009
Veja, aqui, as colunas do Blog Ivan Exxtra do mês de setembro 2009
 
Leia a edição da revista Exxtra, de março 2010, Aqui
Leia a edição da revista Exxtra, de fevereiro 2010, Aqui
Leia a edição da revista Exxtra, de janeiro 2010, Aqui
Leia a edição da revista Exxtra, de dezembro 2010, Aqui
Leia a edição da revista Exxtra, de novembro 2009,
Aqui
Leia a edição da revista Exxtra, de outubro 2009, Aqui
Leia a edição da revista Exxtra, de setembro 2009, Aqui
Leia a edição da revista Exxtra, de maio 2009, Aqui
Leia a edição da revista Exxtra, de abril 2009, Aqui
Leia a edição da revista Exxtra, de março 2009, Aqui 

imprimir
Inicial
Todas Notícia
Revista Exxtra
Colunas
Vídeo
Utilidade Pública
Expediente